quarta-feira, março 14, 2007

Há músicas que são mamíferos

Consta, em jeito de mito urbano, que à nascença, cada mamífero tem um limite máximo de batimentos cardíacos. Ou pelo menos é como eu me lembro da história. E é certo que há músicas que são imortais(se não foi já postulado, fica aqui esta verdade inatacável).

Agora, a "Grace Kelly" do Mika não é de todo uma dessas músicas, coisa que as rádios portuguesas ainda não perceberam, pois sujeitaram a infeliz, que até era engraçada, a uma prova de esforço que até uma "Bohemian Rapsody" teria dificuldades a sobreviver. Por isso, tenho a anunciar-vos que "Grace Kelly" faleceu, miocardiopatia induzida por exposição excessiva.

Mas, a Grace Kelly está viva, porque não são só algumas músicas que são imortais.


1 comentário:

S.B. disse...

Até que enfim alguém que descompreende a febre Mikaense. A música come-se, vá. E é se houver fome...