quinta-feira, março 12, 2009

Até já, no 10 A - Planeia, planeia

Eu gosto da sensação de quando saio à noite nunca saber muito bem onde vou parar, uma vez fui tomar café a casa do Francês e depois de passarmos por Cascais e de navegar no cacilheiro até ao Barreiro, acabamos por ir parar a Albufeira. Mas o que se passou sexta-feira dia 6 dava um case study sobre a anarquia das combinações nocturnas. A ver:

Fim de tarde:

- Conversa no MSN com Manel Che. Combinado que à noite se "vai fazer qualquer coisa"

- Gonçalo telefona a convidar para ir beber caipirinhas a casa da sua mais que tudo e de seguida Lux. Convite aceite e marcado para as 9:30/10:00

Hora de Jantar:

- Cunha telefona e convida para jantar nas Amoreiras. Como já jantei e já combinei com Gonçalo, combino aparecer para o café.

- 21h00 : Saio de casa e telefono a Gonçalo a perguntar se já está a produzir as bebidas. Diz-me que ainda tá a jantar no Colombo e que fica para mais tarde. Mudo de plano e vou ter ao jantar de Cunha.

- Duante o jantar, onde participaram Cunha e esposa, Joana e coiso e Ruben, combina-se que para o café vai-se a uma cena ali para os lados do Padrão dos Descobrimentos que não me lembro o nome. Toda gente concorda.

- Gonçalo telefona a dizer que está a acabar de jantar e que vai ter connosco para o café.

- A caminho do carro, Ruben desmarca-se ao lembrar-se que já tinha combinado ir ter com Cabeças. Joana e coiso desmarcam-se também pois estão cansados. Eu e casal Cunha vamos ao bar que não sei o nome.

A seguir ao jantar:

- Já no bar, Ruben telefona( dá toque, Ruben nunca telefona, penso até que o seu telemóvel não permite fazer chamadas, mas para facilitar vamos admitir que ele telefonou) e diz que Cabeças não se encontra em casa e está incontactável, diz que vai esperar por Manel.

- Passado um minuto, Gonçalo telefona, diz que está com Cabeças numa bomba de gasolina para os lados do Lumiar e pergunta "Afinal, quando é que vamos para o Lux?" Informo-o que Ruben anda a procura de Cabeças, que devem entrar em contacto. Mais o informo que ainda vou demorar 1 hora até que inicie o programa nocturno. Combinamos que à 1 da manhã voltamos a falar.

- Manel telefona(mais um vez, uma expressão apenas para facilitar o discurso). Informo-o também que me encontro a tomar um café e só à 1 da manhã estarei diponível. Combinamos em casa de Ruben à 1 e picos.

- À 1 e picos chego à rua da ilha terceira. Na esquina, Manel Che prepara-se para arrancar para casa com adorada namorada Pris. Manel informa-me que Gonçalo acabara de sair 30 segundos antes de eu chegar em direcção à casa da namorada. Interrogo-o sobre porque é que se ia embora, aparentemente estava a demorar muito. Convenço-o a ir ao 10 A. Pergunto por Ruben, diz-me que está a beber cervejas em casa de Cabeças. Convenço-os a vir também.

- Passamos a noite no 10 A, que pela primeira vez se encontrava cheio(parece uma caderneta).

5 comentários:

Cheguevara disse...

Sempre fomos mt anarquistas nestas combinaçoes, mas dantes a coisa resultava melhor.
E tou mm giro nessa foto...

Filhipe disse...

Ficas-te nesse estado por causa da coça nas setas? :P

DK disse...

percebi o ano passado q se comecares a beber whisky durante a tarde acabas por encontrar toda a gente por acaso... poupas em tudo

Pilipa disse...

Foram parar a albufeira, perderam a carteira num antro de bifas, voltaram para lx sem carteira, a namorada do outro nao sabia que ele tinha ido para o sul, as algarvias conheciam não sei quem e lá resgataram a carteira...saudades dos filmes indianos! lol

hugo patricio disse...

já não me lembrava do episódio da carteira :o)

saudades sim senhora