quinta-feira, novembro 24, 2005

Life Sin 001 - Gula "Oui, ou a vã glória de comer"




O paradigma do guloso poderá traduzir-se por uma simples vontade acumulada de comer, e que a cada dentada, paradoxalmente, amplifica a sua avidez. Está-se então perante um loop infinito de realimentação sôfrega de um sistema.

O GuLuso

O conceito é universal e para a história já ficaram um punhado de gourmets. No entanto, não é de admirar que o genérico guloso adquira idiossicrasias associadas a um factor geográfico. Em particular, cá pela pátria desenvolveu-se o guloso lusitano(GuLuso). Vive em permanente época de euforia Mardi Gras mascarando a sua gulodice de ambição e disponibilidade para servir. Este vírus nutritivo atinge várias e diversificadas áreas da nossa sociedade. Desde o GuLuso fiscal que eufemísticamente contorna o sistema, aplaudido e beatificado pela sua "inteligência", ao GuLuso político que assentiu numa hierarquia virtual e percorre toda uma panóplia de refeições(vulgo Tacho), entre muitos, muitos outros...

1 comentário:

Murasaki disse...

Não esquecendo que a «Gula» é um dos «7 pecados», qualquer que seja a estirpe associada, passa de pecado a vírus...ou será..uma praga?!